UMA CIDADE CHEIA DE GENTE

Há alguns anos que um dos meus amigos vive em Madrid porque, quando passou em alguns exames, teve que viajar para Madrid para poder trabalhar. No início ele nos disse que não estava muito feliz porque viver em Madrid com um carro era muito complicado, mas que ao longo do último ano ele estava melhor porque tinha conseguido reservar estacionamentos em Madrid onde poderia deixar seu carro durante as horas que ele tinha que trabalhar. Já estive várias vezes em Madrid e percebo que é uma cidade muito populosa e que tem demasiados carros e que a grande maioria dos habitantes de Madrid utiliza o metro como principal meio de transporte, mas o trânsito que tenho visto em Madrid é não vi isso em nenhuma outra cidade. Pessoalmente penso que se vivesse em Madrid não usaria o carro, sobretudo porque odeio engarrafamentos e pelo que pude ver na televisão em Madrid há engarrafamentos diários por isso pessoalmente escolheria o metro como meu meio de transporte. O problema que tenho no metrô é que sempre pego o sentido errado para pegar as linhas. Quando fui visitar um dos meus irmãos tive a oportunidade de pegar o metrô e ele sempre me dizia para ver se acertava a direção e falhei todas as vezes. Suponho que para acertar a direção dos trens basta se acostumar e percorrer vários metros. Onde moro não há metrô então não é estranho que eu não saiba usá-lo corretamente, e só tinha andado de metrô uma vez e foi em Bilbao quando fui ver um dos meus amigos que trabalhava lá .

 

Quando passei alguns dias em Madrid percebi que por mais coisas boas que possa ter, não é uma cidade para mim porque tem muita gente e não é que eu goste de multidões, o que é normal na capital da Espanha.